segunda-feira, 15 de julho de 2013

Relatório de ocorrências da área do 29º BPM do primeiro semestre de 2013 e comparativo com igual período do ano passado



  A Seção de Ensino e Treinamento do Estado Maior da Brigada Militar de Ijuí compilou os dados de todas as ocorrências atendidas pelas guarnições do 29ºBPM, em Ijuí, nos primeiros seis meses do ano. As ocorrências no trânsito somam o maior número de deslocamento das guarnições, com 425 de um total de 1.205 ocorrências.
  Os acidentes de trânsito com lesões corporais que são atendidos diariamente e que por no mínimo uma hora retiram as guarnições do policiamento ostensivo preventivo aparecem no topo da lista com 174 registros, número menor apenas que o de Furto qualificado, 194. A terceira ocorrência mais incidente no primeiro semestre deste ano é Acidente de trânsito com danos materiais, 140 atendimentos. Na seqüência, Ameaça (114), Lesão Corporal (93), Furto Simples (81), Violência Doméstica (75), Crimes cometidos por proprietários de veículos automotores ao Permitirem, Entregarem ou Confiarem a Direção de veículo a pessoa não habilitada (59), Vias de fato (56), Embriaguez (52), Roubo (39), Entorpecentes (37), Apreensão (35), Dano (25), Perturbação do Trabalho ou Sossego (17) e Perturbação da Tranqüilidade (14).
  Num comparativo com o mesmo período de 2012 vê-se semelhança especialmente nos Crimes de Trânsito que somaram 436 naquele período, num universo de 1.302 ocorrências. O acidente com lesão corporal foi o primeiro, com 200 ocorrências em 180 dias. No primeiro semestre de 2012 houve 188 Furto Qualificado, Ameaça (142), Furto (125), Lesão Corporal (103), Violência Doméstica (82), Roubo (67), Vias de Fato (59), Dano (33), Entorpecentes (32), Apreensão (12), Perturbação da tranqüilidade (12) e Perturbação do Trabalho e Sossego (11).
  Para o Capitão Vinicios de Aguiar Ayres, Sub Comandante do Batalhão, o grande número de ocorrências no trânsito é conseqüência do aumento desenfreado da frota de veículos e da vida urbana agitada. “É preciso que o condutor pare de disputar espaço com os demais, ande sempre na faixa da direita e dê a preferência. Grande parte desses acidentes se deu por falta de parar em uma via preferencial para que o outro condutor pudesse passar, ao adentra noutra via sem ligar o indicador de direção e nas rotatórias, por desconhecer que a preferência é de quem está transitando por ela e não necessariamente de que trafega na via preferencial que ali deixa de existir...”disse o oficial. Texto: Sgt Heberle.

Fonte: http://www.29bpm.blogspot.com.br/

Nenhum comentário:

Postar um comentário